quinta-feira, 9 de julho de 2015

Oficina Virtual e Trabalho Final

Olá Clickers ,

Chegamos ao final do semestre !! 



Para a conclusão do nosso trabalho decidimos fazer uma Oficina Virtual , para todas as pessoas que tem curiosidade sobre o tema de nosso blog e não puderam estar no dia da realização de nossa oficina. 

A Oficina Virtual encontra-se no Prezi e você pode conferi-la clicando AQUI 

Quanto ao Trabalho Final , já postamos anteriormente no blog , você pode acessar AQUI


Queremos tirar um momento e agradecer imensamente a todos aqueles que nos ajudaram na realização desse trabalho . Agradecemos ao professor André , a professora Darcilene e os monitores Thadeu e Carol por nos guiarem durante tempos árduos . Esse blog e consequentemente a oficina , foram trabalhos gratificantes e edificantes que construíram uma nova forma de pensar e estudar a Arquivologia . Obrigado a nossa turma por ser a melhor e por terem passados por isso junto com a gente !! : ) 

E a você leitor que nos acompanhou até aqui , o nosso mais sincero : MUITO OBRIGADO <3 

Atenciosamente , 

Iury , Lucas , Marcela e Roberta .


Click : 
Da esquerda pra direita: Iury , Roberta , Lucas e Marcela .





quarta-feira, 17 de junho de 2015

OFICINA SEXTA- FEIRA !!!!!

Clickers ,

Chegou o grande momento . A realização da nossa oficina !! YEAHHHHH
Depois de muitos altos e baixos chegamos aqui .
Sexta-feira dia 19/06 as 19h  na entrada no ICC- Norte - UNB

Não vai perder hein !!!








sexta-feira, 12 de junho de 2015

CANUDOS - Nada Convencional


OLÁ Clickers!


Vamos iniciar os nossos trabalhos, nessa semana especial teremos a análise de dois materiais não- convencionais de arquivo, que farão parte da nossa oficina, esperamos por todos vocês, no dia 19 de junho de 2015.
 Nosso tema específico G-U-E-R-R-A de CANUDOS, sim! Fomos transportados para o Sertão e para celebrar um pouco de xilogravura para alegrar a semana.


ANÁLISE DO OBJETO - XILOGRAVURA


Xilogravura Canudos, de Adir Botelho (1985). Foto: Divulgação
Fonte: http://www.brpress.net/index.php?option=com_content&view=article&id=7442:arte-canudos-xilogravado&catid=264:exposicoes

Classificação: não contém
Denominação: xilogravura de Adir Botelho, inspiradas em Os Sertões, de Euclides da Cunha.
Definição: xilogravura para ambientar a oficina da mostra de fotografias, Flávio de Barros – Canudos
Gênero: Imagético
Suporte: Papel
Formato: Digital (JPEG)
Forma: Cópia
Produtor/titular: CLICK
Emissor: © 2015 BR Press
Data tópica: Rio de janeiro
Data de emissão: A partir de 2012
Função Administrativa: xilogravura de Adir Botelho foto para divulgação e parte da ambientação da oficina de diplomática e tipologia documental – UnB, da mostra de fotografias do grupo CLICK.
Contexto institucional/trâmite: a xilogravura fará parte da mostra de fotografias, elaborada pelo grupo CLICK como gênero imagético que representa um contraponto a fotografia, será utilizada para ambientação.
Ordenação da série: Na exposição de Adir Botelho, foi utilizada como material de divulgação, concebida em xilogravura, e Agonia e Morte de Antônio Conselheiro, em desenhos a carvão. No grupo CLICK ordenada por autor.
Vigência administrativa: A exposição de Adir Botelho foi finalizada em 11/11/2012 (vigência permanente), na mostra do grupo CLICK, até o dia 31/07/2015 de julho.
Condições de acesso: liberado

Elementos externos

Conteúdo externo: Imagético
Linguagem: publicitária
Sinais especiais: Não contém
Selo: Não contém
Anotações: endereço da foto no servidor da BR Press

Elementos internos

Protocolo inicial: Não contém
Conteúdo interno: xilogravura – Canudos
Protocolo final: Não contém
 
 

ANÁLISE DO OBJETO - TERÇO


 
 
Classificação: não contém
Denominação: Terço
Definição: Símbolo religioso,  representação dos seguidores religiosos de Antônio Conselheiro no conflito de Canudos.  
Gênero: Iconográfico
Suporte: Madeira e cordão
Formato: Não identificado
Forma: Original
Produtor/titular: CLICK
Emissor:
Data tópica: Brasília
Data de emissão: Não identificado
Função Administrativa: Símbolo religioso, parte da ambientação da oficina de diplomática e tipologia documental – UnB, da mostra de fotografias do grupo CLICK.
Contexto institucional/trâmite: O terço simboliza na oficina a presença da religião dos seguidores de Antônio Conselheiro (líder civil no conflito de Canudos), como gênero iconográfico, parte da ambientação da mostra fotográfica do grupo CLICK. 
Ordenação da série: Não identificado
Vigência administrativa: Permanente
Condições de acesso: Liberado

Elementos externos

Conteúdo externo: Símbolo Religioso
Linguagem: Simbólica
Sinais especiais: Não contém
Selo: Não contém
Anotações: Não contem

Elementos internos

Protocolo inicial: Não contem
Conteúdo interno: Crença religiosa
Protocolo final: Não contém



COMPARANDO PLANOS

Olá Clickers,

Reta final para a oficina e dessa vez faremos a comparação entre os planos de classificação do senado federal com o plano de classificação do Conarq, relacionados com o nosso tema, a guerra de Canudos e o acervo Flavio de Barros.

1- ata que relata sobre o corpo de Antônio conselheiro


corpo de Antônio Conselheiro
Acervo Flavio de Barros- museu da republica


A fotografia tem a possibilidade de gerar diferentes documentos no decorrer de sua função, como a citação abaixo:

"O corpo de Antônio Conselheiro foi fotografado após ter sido reconhecido por alguns prisioneiros e por um oficial, sendo também lavrada uma ata, que foi remetida ao marechal Bittencourt em Monte Santo. O "Bom Jesus" Conselheiro havia falecido no dia 22 de setembro, aos 67 anos, e estava enterrado num com-partimento junto à parede do lado direito da igreja nova. Com a morte dos últimos resistentes que ali se encontravam, na final da tarde de 5 de outubro, o general Artur Oscar solicitou à Comissão de Engenheiros que removesse o entulho do templo, pois havia sido informado sobre o corpo de Conselheiro. Às 10 horas da manhã do dia 6, o cadáver foi encontrado, sendo, então, exumado pela equipe médica chefiada." 
(ALMEIDA, Cícero Antônio F. de. O álbum fotográfico de Flávio de Barros: memória e representação da guerra de Canudos)

No caso da ata, ela estará presente nos planos de classificação da seguinte maneira:

Plano de classificação Conarq:

010- organização e funcionamento
011- COMISSÕES. CONSELHOS. GRUPOS DE TRABALHO. JUNTAS.COMITÊS
011.14 ata

Plano de classificação Senado e Congresso Nacional:

50 Função Gestão Estratégica da Atividade Administrativa
50.03 Subfunção Coordenação e Desenvolvimento da Atividade Administrativa
50.03.01 Atividade Criação e Funcionamento de Comissão, Conselho e Grupo de Trabalho da Atividade Administrativa
50.03.01.01 Tipo Documental Ata de Comissão, Conselho e Grupo de Trabalho da Atividade Administrativa


2- cartas sobre Canudos


Carta dirigida ao Marechal Carlos Machado de Bitencourt. Ministro da Guerra de Prudente de Morais, que seguiu do Rio para o “front” de Canudos, no dia 14 de agosto de 1897, à frente da última Tropa que iria juntar-se as duas colunas que já lá estavam: a do general Arthur Oscar e a do general Savaget. Leia mais: http://www.clube-filatelico-do-brasil.com/news/a-carta-de-canudos-por-anisio-khader/

A fotografia também foi utilizada para representar os acontecimentos e levar a informação para todo o país. o uso mais frequente para comunicação entre Canudos e as outras idades, (importante ressaltar o trabalho de Eusébio de Queiroz), foi a correspondência por cartas, que eram levadas para os jornais para relatar a situação presente no norte da Bahia.


Plano de classificação Conarq

070- COMUNICAÇÕES
071- SERVIÇO POSTAL
071.3- MALA OFICIAL

Plano de classificação Senado e Congresso Nacional

60 Função Segurança, Proteção e Policiamento
61.03 Sub função Execução de Serviços de Comunicação
61.03.01 Atividade Execução de Serviços Postais
61.03.01.01 Tipo Documental Carta referente à Execução de Serviço Postal


quarta-feira, 10 de junho de 2015

Fluxograma

Olá Clickers , 

Tudo bem com vocês ? 

Essa semana a atividade é fazer um fluxo de um documento desde a utilização do mesmo na oficina até a chegada no arquivo permanente , usando um programa chamado Bizagi . 
Escolhemos um Conjunto Fotográfico e o fluxograma ficou assim : 


Lembrando que a oficina é dia 19/06 á partir das 19h não vai perder hein ?
Abraço e até a proxima !! :)

segunda-feira, 1 de junho de 2015

Trabalho Final DTD E AP1

Oficina Click Diplomática, Tipologia Documental e Arquivo Permanente

Clicks de Guerra-  Guerra de Canudos

Com o objetivo de relacionar o caráter arquivístico e diplomático com a fotografia, trabalharemos com o acervo do fotógrafo Flávio de Barros, que foi a Canudos, registrar os acontecimentos através da fotografia.

Canudos foi um vilarejo no norte da Bahia, que foi fundado por Antônio Conselheiro e seus seguidores. Por ter um crescimento exponencial em pouco tempo, ganhou destaque em especial por autoridades, por se tratar de uma ameaça a república recém formada no país. Após quatro expedições do exército (três delas derrotadas pelos moradores do vilarejo), o exército conseguiu invadir a cidade, incendiando-a no final.

Fotografia- Diplomática

Há muito se tem discutido sobre como fazer a análise de fotografias. Nesse caso é importante considerar a fotografia como informação visual e informação textual inserida dentro de um contexto. Pois as informações visuais não são suficientes para uma analise consistente, é necessário olhar além da fotografia, buscando estabelecer sua relação orgânica e de produção dentro de uma instituição.

Fotografia- Tipologia Documental

Identificando a espécie por meio da diplomática, deve-se estabelecer sua relação com as atividades dentro da instituição. Vemos assim a influência ainda mais considerável de que uma fotografia por si só, não significa muito, mas quando considerada em seu conjunto e no seu contexto de criação e produção, contribui para a valorização da instituição.

Fotografia- Arquivo Permanente

A realização de uma análise correta, uma classificação consistente, ajuda na busca e no acesso das informações com valor de prova e  informativo, presentes na fase final do ciclo vital dos documentos.

O acervo escolhido tem um grande papel na formação da identidade do estado da Bahia. Em uma época de transição da monarquia e republica, encontramos grupos resistentes, com ideologias diferentes, em uma busca de valores igualitários na sociedade.

Essa identidade nos dias atuais enriquece na maneira de critica e de reflexão. as instituições custodiadoras desses documentos fotográficos, tem em seu espaço, informações ricas de conteúdo que não devem ser vistas como apenas o passado, mas como aspectos que podem ser ainda encontrados na sociedade atual.

A importância dos arquivos permanentes não está apenas ligado em seu aspecto de guarda, mas no poder de criação de indivíduos críticos e informados sobre a formação da identidade nacional do país.

Esperamos que todos que acompanham nosso blog, prestigiem nossa oficina, que será no dia 19-06-2015, as 19:00, no ICC norte - UNB !

Até a próxima!